Pan-Americano Toronto 2015

E

m julho de 2015 a Exemplus Comunicação e Marketing começa uma nova missão no mundo do esporte, no Pan-Americano de Toronto, no Canadá. Em novo contrato com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), nossas equipes acompanharão os atletas brasileiros na busca por melhores desempenhos, visando os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016. Nossa missão é registrar os grandes momentos desses atletas através do olhar dos nossos fotógrafos esportivos. Leia a matéria que reproduzimos do Portal Terra, sobre a preparação do COB para levar aos jogos a maior delegação brasileira da história.

. . .

Comitê Olímpico Brasileiro (COB) está otimista para os Jogos Pan-Americanos de 2015, que serão disputados em julho na cidade canadense de Toronto. A entidade espera que o Brasil envie a maior delegação da história para um evento esportivo fora do País e vê o evento como um preparatório para o País fazer bonito nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

A expectativa do COB é levar uma delegação com mais de 600 atletas – até aqui, 460 vagas já estão garantidas. O recorde absoluto do Brasil foi no Pan de 2007, também no Rio, com 660 componentes. Fora do Brasil, Guadalajara 2011 contou com 515 brasileiros em competições. Chefe da Missão Brasileira em Toronto, Bernard Rajzman já está na cidade canadense definindo os últimos detalhes para que tudo ocorra perfeito para os atletas nacionais.

Esta é a nossa quarta e última visita de inspeção. Já temos toda a operação que envolve a delegação brasileira detalhada. Agora é colocar o nosso planejamento em prática e dar todas as condições para que os atletas só se preocupem em competir e descansar. Tenho a certeza de que Toronto fará uma edição fantástica dos Jogos Pan-Americanos, que servirão como uma importante etapa da preparação brasileira para os Jogos Olímpicos Rio 2016,

afirmou Bernard, que chefiou a delegação nacional em Guadalajara e nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

O objetivo em Toronto 2015 é deixar o Brasil entre os três países com mais medalhas, além de superar Guadalajara (141 medalhas, sendo 48 de ouro, 35 de prata e 58 de bronze). Mais do que isso, conseguir índices de atletas para o Rio 2016. No entanto, nem todas as estrelas brasileiras comparecerão ao evento em virtude de Mundiais paralelos – César Cielo é um nome que provavelmente ficará de fora.

Cada modalidade montará sua estratégia. A importância do Pan varia para cada atleta e modalidade. Mas a nossa meta é a mesma das duas últimas edições, em que obtivemos êxito. Nosso objetivo no Pan é chegar entre os três primeiros países no total de medalhas em disputa nas modalidades olímpicas. Sem nunca esquecer de que o mais importante para a gente é o dia 5 de agosto de 2016, dia da Cerimônia de Abertura dos Jogos do Rio,

pontuou o diretor executivo de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire.

A delegação brasileira, que só não competirá em beisebol, hóquei sobre grama (feminino), raquetebol e patinação velocidade, ficará em locais diferentes em Toronto: na Vila Pan-Americana principal, no centro, e em outras cinco sub-vilas dos Jogos.

Recent Posts

Leave a Comment